Comportamento

As sombras da alma coletiva: um debate promovido pelo Lote84

O debate trará como convidada a professora e pesquisadora Andréia Beheregaray

Texto: Bruna Gonçalves e Tatiane Decker

A sombra coletiva, ao representar aquilo que se despreza, pode servir de meio para conhecer os conteúdos fundamentais de nossa época. É sobre este tema que o Lote84, estúdio na Praia Brava, promove o Café Filosófico na Praia: As Sombras da Alma Coletiva. A proposta do debate é uma análise do Brasil e os brasileiros, problematizando  o escravismo que é mantido entre nós ainda nos dias de hoje.

Para essa conversa, que acontecerá no sábado, 25, às 21h, a professora Andréia Beheregaray trará como pauta assuntos sobre aqueles que historicamente estiveram à margem, ou seja, nas sombras, como loucos, bruxas, judeus e o que a professora intitula de “novos eleitos”. Andréia é Mestre em Ciências Criminais pela PUC/RS, pesquisadora do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas) e Professora de Psicologia na UNISC/RS e IMED/RS.

Para muitos povos da África a sombra está associada ao reino dos mortos e é considerada uma segunda natureza do ser. Na psicanálise, sombra representa tudo aquilo que recusa-se admitir ou reconhecer. Este debate leva em conta que a sombra de cada indivíduo os impede de ter uma auto-expressão plena e viver uma vida autêntica.

A entrada no evento custa R$20 e, para aqueles que gostariam de entender melhor o “efeito sombra” antes de participarem da discussão, o documentário “The Shadow Effect” de 2009, produzido pela Hay House, está disponível no Youtube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s