Arte e Cultura

Arte na rua: uma forma de vida e de expressão

Confundidos com pedintes, os artistas ainda disputam o espaço com ambulantes

Texto: Patrícia Barbosa e Samara Michele

De forma colorida e lúdica, eles montam o picadeiro no meio da praça. Já são 16h15, e a apresentação, prevista para as quatro horas, ainda não começou. Uma mulher, vestida de pirata, surge no meio da plateia, bate o chicote com força no chão, chama a atenção com seu posicionamento firme e personalidade um tanto quanto forte.

DSCN0058 (1)

Apesar da voz delicada nos bastidores, Caroline Voltolini, 29 anos, dá vida à Capitã Valentina, uma mulher destemida e autoritária, que, de forma caricata, comanda sua tripulação com características curiosas. “Alguém viu aqueles paspalhos?”, questionava a Capitã ao público que, atento, aguardava o início do espetáculo.

A personagem dá voz de comando aos artistas que, aos poucos, se reúnem no centro do picadeiro para cumprimentar o público. Dá-se, assim, ao início do espetáculo.

O Cabaré da Costa é uma performance que reúne três companhias de teatro livres.  A Cia Circo Íris, Resta Nóis e Circo Piratas Show unem-se no centro da Praça da Cultura de Balneário Camboriú, como parte da agenda cultural da cidade, para demonstrar uma série de performances engraçadas.

O teatro chamou a sua atenção desde cedo. Aos 12 anos, Caroline já se envolvia com a arte no contra-turno escolar. Mas foi aos 20 que largou tudo para se aprimorar na área. Com espírito aventureiro, começou a treinar malabares e aperfeiçoar as técnicas circenses nas conferências de circo, que acontecem anualmente em vários locais do Brasil. Num desses eventos, Caroline e Emanuel se conheceram. Criadores da Cia Circo Piratas Show, os dois vivem da e respiram arte de forma desafiadora.

“Eu vi que é possível viajar fazendo arte, conhecer pessoas e se aperfeiçoar nesse mundo”.  Caroline Voltolini

DSCN0047 (1).jpg

Entre o semáforo e a pirataria

O trânsito sempre agitado tira a paz de qualquer um. Depois de um dia estressante de trabalho, você para o carro em frente ao semáforo. Sessenta e nove segundos. É o tempo necessário para experimentar, de camarote, um mini espetáculo de circo, e é lá que um homem de pequeno porte faz seu show.

Vestido a caráter, o pirata pendura-se entre duas árvores, realiza malabares com facas, salta em frente aos carros e, enfim, estende o chapéu para arrecadar o lucro de sua performance.  Os dias de semana são os mais estressantes. Emanuel afirma que, nesses dias, é mais difícil do público absorver a arte e ainda contribuir, por isso usa os finais de semana para vir até Itajaí se apresentar em frente à reitoria da Univali.

“Eu uso a arte porque quero comunicar o que sinto para quem está me assistindo. É uma forma de expressar minha visão e a alegria que tenho em fazer isso”. Emanuel Delgado

Muitas vezes confundidos com pedintes, os artistas também disputam espaço com ambulantes. “Assim como em qualquer profissão, no meio artístico, também existem pessoas que não levam a sério o que fazem”, afirma Emanuel, defendendo que todo o artista precisa se profissionalizar na área.

IMG_20171112_080008_763 (1)

Para o representante comercial Petter da Mata, 43 anos, a informalidade de quem trabalha nas ruas é um tiro no escuro. Ele acredita que hoje, no país, poucos se sobressaem. “Acredito na arte e acho que, se valer desse meio de vida, é para poucos. Não só pelo dom que têm, mas pela coragem de até serem confundidos com mendigos, e mesmo assim nada os amedronta e persistem. Sou favorável e apoio esses profissionais liberais que me inspiram”, completa Petter.

Ações como essas confirmam que a cultura não se faz apenas nos palcos tradicionais. Há artistas que atuam na rua e alguns fazem disso um estilo de vida. Para estes, a rua é a principal fonte de divulgação de seu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s