Tecnologia

Balneário Camboriú terá Wi-Fi livre para moradores e turistas

Internet será gratuita em todos os prédios e espaços públicos da cidade

Texto: Danilo Vieira e Dyovana Koiwaski

Os moradores de Balneário Camboriú receberam uma ótima notícia na última terça-feira (3). A câmara de vereadores, em sessão extraordinária, aprovou o projeto de lei 22/2017, que fala em ‘disponibilizar gratuitamente, sinal público de internet através do sistema Wi-Fi em todos os espaços e prédios públicos no município de Balneário Camboriú, com velocidade mínima de 500 Kbps (quinhentos Kilobits por segundo)’.

Criado pelo vereador Gelson Rodrigues (PSB), o projeto promete inovar na tecnologia da cidade litorânea, trazendo internet de boa qualidade para os moradores e turistas. Entre outras coisas, o projeto pretende ajudar na ‘inclusão digital na democratização da informação, no acesso a pesquisas, relacionamento etc., que proporcionem interação e conhecimento’.

Em nota, a assessoria do autor do projeto achou importante elucidar alguns pontos. (veja abaixo)

” […] gostaríamos de informar que este projeto é uma de nossas propostas de melhorias e desenvolvimento de nossa cidade. Portanto, tem-se discutido quanto à legalidade do projeto, porém, nossa intensão desde o início é que o Município tenha uma parceria público/privado para que este projeto seja executado, isto fica claro no seu “Art. 6º Fica autorizado desde já o Poder Executivo Municipal firmar contratos, convênios ou parcerias e demais aditivos para a presente lei.” Acontece que o Parágrafo deste mesmo Art. fala que ” As despesas correrão por conta das dotações orçamentárias próprias” e aí que se baseia toda essa discussão, não temos a intenção de onerar o Município, no entanto, para que não haja discussão ou entendimento dúbio, faremos a solicitação de supressão deste parágrafo, autorizando o Município a firmar convênio com iniciativa privada”, diz trecho da nota.

O projeto a partir de agora seguirá para sansão da prefeitura do município, a fim de deixá-lo dentro da conformidade, firmar contratos e realizar parcerias que disponibilizem o sinal.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O PROJETO DE LEI NA ÍNTEGRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s