Economia

Mulheres da região empreendem e se unem na troca de experiências

De acordo com o Portal Brasil, mais de 7,9 milhões de mulheres abriram micro e pequenas empresas como forma de alcançar autonomia financeira

Texto: Bruna Souza e Roberta Ribeiro

Cada vez mais fortes e ocupando lugar de destaque, as mulheres têm conquistado o seu espaço e mostram que unidas podem alçar voos ainda maiores. Prova disto são os grupos de mulheres empreendedoras, em que mulheres de diversas áreas de atuação se reúnem para dividir conhecimentos, fazer a divulgação de trabalhos e incentivar umas às outras.

Do Facebook para a vida real, assim surgiu o grupo da Madame Fifi, grupo de mulheres empreendedoras de Penha, idealizado pela arquiteta Janete Krueger. Criado em fevereiro de 2016, inicialmente era um grupo fechado, mas foi tomando proporções maiores, o que resultou em encontros presenciais em que as participantes se reúnem e organizam eventos, feiras, palestras, divulgando o seu trabalho, trocando conhecimentos e fortalecendo a economia local. Hoje o grupo conta com quase 4,5 mil mulheres.

Em abril deste ano o grupo realizou a 1ª Feira de Mulheres Empreendedoras, realizada no Bailão do Silva, em Penha. A programação contou com apresentações, exposição de produtos, desfiles e gastronomia.

17759978_1326916650735466_4015498220565824515_n
Este foi o primeiro evento aberto ao público, que reuniu 60 expositoras e 1,5 mil visitantes.   Foto: Divulgação

Suzana Costa é uma das integrantes do grupo da Madame Fifi. Ela avalia esta integração de empreendedoras de forma muito positiva. “Juntas realizamos feiras e eventos que contribuem para a divulgação de nossos serviços. Uma ajuda a divulgar o trabalho da outra. São muitos os desafios enfrentados pelas mulheres empreendedoras, mas o fato de estarmos unidas já nos deixa um passo a frente.”, comenta Suzana. 

Suzana trabalhava como autônoma, vendendo bolsas e semijoias. Após alguns anos de planejamento, ela resolveu dar um passo maior, montou sua própria loja e investiu no ramo de locação de trajes sociais. Atualmente, ela está ampliando a loja devido à alta demanda por locações.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –  Sebrae, o número de empresárias subiu 34% nos últimos 14 anos.  A renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. A estimativa do Sebrae é de que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano.

A coach em empreendedorismo feminino Renata de Barros avalia que o diferencial da mulher é a facilidade de atuar em diversas áreas, enxergar soluções antes mesmo de os problemas aparecerem e a sensibilidade de enxergar os pequenos detalhes que possam passar desapercebidos.

A chave do sucesso, segundo o especialista em administração, André Graf de Almeida, é a educação financeira. Segundo ele, a qualificação é essencial em todos os momentos, principalmente em tempos de crise.  “Muitas empresas fecham suas portas porque os gestores não têm conhecimento em administração financeira”, acredita.

O Sebrae oferece cursos, oficinas e todo um suporte para auxiliar quem deseja seguir esta carreira e saber mais sobre empreendedorismo, finanças e outros assuntos relacionados.

No Youtube também há muitas opções de vídeos relacionados ao tema, como o canal Finanças Femininas, criado por Carol Sandler, palestrante e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos”. Em seu canal ela dá dicas sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s