Economia

Bolsas de estudo são a melhor opção para manter-se na Universidade

Conheça um pouco mais sobre as bolsas oferecidas pela universidade e suas vantagens

Texto: Iolário Neto e Vanusa Schatt

20170818_185914

Nos últimos anos, houve aumento na procura por bolsas e financiamentos nas Universidades dada a crise político-econômica que o país está passando. São alternativas que os alunos estão buscando para não abandonar seus estudos. A Gerente de Atenção ao Estudante, responsável pelas bolsas de estudo da Univali, Márcia da Costa, relata que:  “68% dos alunos recebem algum tipo de bolsa como: Prouni, Uniedu, Programa UNIVALI Mais e uma variedade de bolsas para os acadêmicos”.

Para garantir a permanência dos alunos, existem ainda: bolsas de integração universitária, bolsa para o grupo familiar – a partir de dois membros da família estudando na instituição, bolsa egresso, bolsa Nelle, bolsa CAU, bolsa filantropia.

A única categoria de bolsas que está em queda é a bolsa do artigo 170, que faz parte do programa Uniedu e é mantida com recursos financeiros previstos no Art. 170 da Constituição do Estado de Santa Catarina, sendo destinada à alunos economicamente carentes, matriculados em cursos de Graduação presenciais ou a distância. A causa dessa queda ainda não foi descoberta, mas os alunos estão dando preferência a outras bolsas. Desde 2015, foi registrado em torno de mil alunos que deixaram de concorrer a bolsa.

Já a mais procurada é a bolsa do Prouni, que é um programa criado pelo Ministério da Educação, em 2004, que oferece bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. As bolsas são concedidas para os estudantes em condições integrais (100%) ou parciais (50%) e são destinadas a estudantes brasileiros de baixa renda ou sem diploma de nível superior.

As alunas Dienifer Mânica, do curso de jornalismo, e Larissa Mendes, do curso de Biologia, optaram pelo Prouni que as beneficiaram em 100% da bolsa de estudo. Segundo elas, é a forma que encontraram para continuar seus estudos e poder concluir as matérias de seus respectivos cursos. “São bolsas bastante concorridas, mas não é muito difícil de conseguir”. Para concorrer a bolsa do Prouni é preciso que o candidato tenha terminado o ensino médio em escolas públicas, avaliar a renda familiar bruta, ter uma nota superior a 450 pontos nas provas do Enem e não zerar a nota em redação. Passando pela entrevista, o candidato precisa apresentar documentação comprobatória.

Basicamente, os critérios de avaliação para aquisição de bolsas são os mesmos, como por exemplo o financiamento estudantil FIES, que financia o valor das mensalidades para o estudante começar a pagar após um ano e meio de sua formatura.

Existem bolsas pouco conhecidas dentro da Univali como, por exemplo, a bolsa para o grupo familiar, por meio da qual o estudante adquire bolsa com descontos gradativos para cada integrante. É o caso de Deyse Cassiane, estudante de Engenharia Civil. Seu irmão e seu pai ingressaram no curso de Direito e cada um deles recebem desconto na mensalidade. Ela, 05%; seu pai, 10% e seu irmão, 15%, facilitando assim os estudos de cada um deles.

Outras opções de bolsas estão descritas no site da UNIVALI.

20170818_190014 (1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s