Arte e Cultura

Ritmo e poesia na disseminação da cultura hip hop

Batalha de rap em Balneário Camboriú comemora um ano.

Texto: Juliana Passos e Silvio Matheus.

Dente MC (BC), Baraka Jogador (Blumenau), Nnay Beats (Gaspar), Enviados (Itajaí), Pizzol (Brusque – São Paulo) foram alguns dos rappers nacionais que estiveram presentes na 20ª edição da Batalha da Tamandaré.
O evento aconteceu no dia 18 de julho, em Balneário Camboriú, que comemorou um ano de existência no Sublime Bar, localizado na Avenida Alvin Bauer, esquina com Avenida Central, no centro da cidade.

– Batalha da Tamandaré, o que vocês querem ver?
– Sangue.

Frases como essa, de incentivo e interação, são ditas em diversos momentos, que são caraterizados pelas rimas de sangue. A praça recebeu o nome em homenagem ao almirante Tamandaré, patrono da Marinha, e foi escolhido não pela vontade popular, mas pela imposição da ditadura.

Tipos de batalha

Há alguns tipos de batalha de rima, os mais conhecidos são: Batalha de Sangue, em que os dois MC’s, que estão na disputa, têm autorização para usar palavras de baixo calão, brincar com a ironia e rimar sobre qualquer assunto; e a Batalha de Conhecimento, voltada ao conhecimento adquirido pelo MC, em qualquer área e assunto. Geralmente os temas abordados são racismo, preconceito, violência, desigualdade social, crises políticas, entre outros problemas que conhecemos e enfrentamos diariamente.

Os MC’s batalham de maneira individual e têm 30 segundos para falar o que vem à mente. O método utilizado é o freestyle, a rima feita na hora, e quem se sair melhor e apresentar as melhores rimas, vence a partida. Geralmente a disputa é dividida em quatro partes, e o MC, que apresentar o melhor verso, dá início ao outro. A escolha é feita pelo público que, entre palmas, palavras de incentivo e assovios, escolhe o vencedor.

O número de participantes depende do total de inscrições. O ato é feito no dia, pouco tempo antes do início da batalha. Os nomes são sorteados e divulgados ao público com o objetivo de formar as duplas que irão rimar.
No início e término de cada batalha, os MC’s, que comandam o encontro, relembram que as palavras trocadas ali são ditas com o objetivo momentâneo de rimar. O MC campeão é premiado com diversos prêmios, como tatuagem, beat (base musical que dá origem a rima), peças de roupas e a gravação de um vídeo clipe.

Origem

A Batalha nasceu com o objetivo de disseminar e apresentar a cultura do hip hop, reunir os amigos e apaixonados pela música e descobrir novos talentos. O encontro, que acontece com frequência semanal, conta com a realização de: Cinco Crew, Família PLKG, Teo Mafra e apoio de: Galli Beats, DIKGA, Xpoent. Grupos de rap da região, lojas de roupa, fotógrafo e beatmaker.

Dente MC, idealizador do Projeto e rapper local, comenta que é uma luta diária, uma verdadeira batalha, busca apoio e faz com que a cultura do hip hop seja cada vez mais compreendida e aceita pela sociedade, que ainda a julga com maus olhos.
Durante esses inúmeros encontros, não apenas rappers locais foram descobertos e premiados, a população também ganhou mais espaço e confiança para se manifestar.

14590454_1674661699442344_937387586520036729_n

“O rap não é apenas um estilo musical, é um estilo de vida. São vivências compartilhadas e embaladas por uma batida. Ele nos faz enxergar a realidade de uma maneira diferente e lutar em prol de um mundo melhor”, diz Dente.

Disseminação da cultura

Dente MC é também idealizador e responsável pelo Movimento Rap BC, um coletivo cultural itinerante ligado ao movimento hip hop, que apresenta o estilo de vida ao jovens e às famílias da região. O Movimento Rap BC recebe o patrocínio da LIC – Lei de Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Balneário Camboriú. Uma grande conquista para uma manifestação que é bastante marginalizada.

Além da Batalha da Tamandaré, o rapper é responsável pelo Domingo de Rima, projeto fruto do Movimento Rap BC, que tem apoio da Fundação Cultura de Balneário Camboriú. Grafitte, skate, bboys, pocket shows e batalha de conhecimento são algumas das atividades envolvidas no Domingo, no qual tem como objetivo disseminar a cultura do hip hop e levá-la a todos os bairros da cidade, e recebe o apoio da Fundação Municipal de Esportes, Fundação Cultural e também da prefeitura.

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s