Arte e Cultura

Teatro Bruno Nitz: pequeno, porém eficiente

Com apenas 345 poltronas, o teatro já teve 68 apresentações este ano. 32 a mais que o teatro da cidade vizinha Itajaí, que conta com 515 lugares.

Texto: Carolina Santana, Any Costa e Gustavo Vasconcelos

Quinta-feira, 27 de março de 2014. O Teatro Municipal Bruno Nitz era inaugurado, em Balneário Camboriú, após mais de cinco anos de construções e um investimento que ultrapassou os R$ 12 milhões. A classe artística da cidade celebrou a conquista que já vinha sendo reivindicada a muito tempo. Ter um teatro é muito importante para qualquer município. “A cidade passa a contar com um espaço específico para apresentações de teatro, isso quer dizer que esse espaço vai potencializar essas obras artísticas”, explica a produtora cultural Karoline Gonçalves. Ela também salienta a importância para o espectador que tem acesso a uma obra com uma estética e poética mais significativa. “É muito diferente você apresentar um espetáculo em um palco de teatro que foi pensado para uma obra artística do que, por exemplo, se apresentar no salão da igreja do bairro”, completa Karoline.

Para os membros da Câmara Setorial de Teatro de Balneário Camboriú, Júlio Batschauer, ator e diretor da Ensamble Produções Artísticas, e Monique Neves, atriz e produtora da Primo Atto Produções, o Teatro Municipal de Balneário Camboriú auxilia no crescimento cultural da cidade, aumentando o número de consumidores dos produtos culturais.

DSC_0027
O Teatro Municipal Bruno Nitz foi inaugurado há pouco mais de três anos e tem 2,3 mil metros quadrados. (Foto: Carolina Santana)

Com 2,3 mil metros quadrados de área construída, a estrutura ocupa toda a esquina da Avenida Central – entre as ruas 300 e 200 – e tem capacidade para 345 pessoas sentadas. Apesar de ser acanhado, o teatro de Balneário Camboriú vem cumprindo o seu papel, pois possui uma boa estrutura. De acordo com Karoline, o local é bem equipado, com uma boa bilheteria, possui estacionamento e é acessível. Diogo Rosa, que é ator e faz parte do elenco do musical A Bela e a Fera, diz que o teatro é muito bom para atuar e cantar. “As minhas melhores experiências teatrais foram ali”. O teatro também oferece espetáculos dos mais variados segmentos, como stand up, espetáculos infantis e adultos, musicais, dança e shows. Promove produções tanto locais quanto de fora da cidade.

Mas ainda há alguns pontos que precisam ser melhorados. É o caso do mezanino, a parte superior do teatro, que conta com 127 das 345 poltronas. Ele não possui uma boa visibilidade, o que torna a experiência de ir ao teatro melhor nas poltronas de baixo. Para Karoline, não é justo pagar o mesmo valor de ingresso para ficar em um lugar diferenciado e ser prejudicado. Além disso, o espaço pequeno do teatro prejudica na hora da apresentação de grandes espetáculos. “Certamente, se tivéssemos um Teatro Municipal com a capacidade um pouco maior, produções maiores poderiam vir para a cidade”, afirmam os representantes da Câmara Setorial.

DSC_0048
O Teatro Municipal de Itajaí é a opção dos grandes espetáculos por conta das 170 poltronas a mais. (FOTO: Carolina Santana)

Com 515 poltronas, o Teatro Municipal de Itajaí, cidade vizinha de Balneário Camboriú, é a principal opção dos espetáculos de renome nacional. “Trezentos ingressos é muito pouco, você tem que fazer sessão dupla para dar um lucro bom e isso é muito difícil. Já em Itajaí, se der uma sessão de 400 lugares já dá um bom lucro”, explica Karoline. Sem contar que o teatro de Itajaí é mais antigo e por isso mais conhecido dos produtores nacionais.

O Teatro Bruno Nitz ainda caminha para o reconhecimento. “É muito recente e a gente ainda está engatinhando, mas tem uma galera muito boa cuidando do teatro. Acho que a gente está construindo uma estrada que vai ser bem rica e sólida”, acredita Diogo. Mas isso não impede que o teatro tenha uma quantidade grande de espetáculos, somando 68 espetáculos nos cinco primeiros meses de 2017, de acordo com a agenda divulgada no site do teatro. Um número bom se comparado com o teatro da cidade vizinha Itajaí, que, segundo a assessoria, teve 36 espetáculos.

gráfico
Comparativo do número de espetáculos entre os teatros municipais de Balneário Camboriú e Itajaí em 2016 e até maio de 2017. (FONTE: Autores da matéria)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s