Arte e Cultura

Como foi o clima durante o Miss Itajaí de 2017

A escolha da nova representante itajaiense nos concursos de beleza aconteceu em uma cerimônia glamourosa

Texto: Alexsandra Souza, Kamila Dias e Suelen Oliveira

Estão todos vestidos com roupa de gala para um grande evento, tapete vermelho na entrada, assentos VIPS, imprensa, locais para entrevistas e fotos. Empresários, patrocinadores, socialites, pessoas do mundo da moda, torcidas prontas com cartazes, apitos e faixas. Todos reunidos para escolher a Miss Itajaí 2017, o rosto que vai representar toda a beleza e simpatia itajaiense.

Miss-105.jpg

O concurso, que aconteceu na noite do dia 22 de junho, contava com a participação de sete meninas: Raira Ferreira de Sousa (23 anos); Kauany Mellies Goularte (19 anos); Jenyffer Alexandre Mercedes (20 anos); Bárbara de Sezaro(19 anos); Anissa Marie Cunha-(22 anos); Ana Rubia Coelho (18 anos); Ana Carolina Maistrovicz (24 anos).

Todas estavam sendo julgadas por um corpo de jurados composto por empresários que atuam nos mais diferentes tipos de mercado. O evento tinha o apoio da Secretaria de Turismo da cidade e o secretário Evandro Neiva  foi prestigiar pessoalmente.

O concurso de Miss daquela noite parecia muito com os concursos dos filmes. Garotas, em sua maioria branca, com corpos magros e definidos, desfilando de roupa de praia e vestidos de gala, mostrando o quanto são simpáticas e estão felizes em estar ali através de seus largos sorrisos. Cada candidata deve responder a uma única pergunta antes de acabar o concurso e descobrirmos quem será a nova Miss.

Miss-107.jpg

Mas o concurso não era apenas beleza. Havia um propósito solidário. Os lucros do evento foram repassados para a Associação Câncer com Alegria da cidade de Itajaí. O concurso também estava carregado de esperança. Via-se isso na torcida da Kauany Mellies Goularte, que com cartazes, assovios e gritos, mostrava sua empolgação cada vez que a loira entrava no palco.

Miss-109.jpg

Mas tanta empolgação não fez de Kauany a nova Miss Itajaí e a Miss 2016, Letícia Angelino, teve que passar sua faixa e coroa para Anissa Marie Cunha de 22 anos. A nova Miss foi descoberta por Diego Suffredini, fotógrafo e preparador de misses da região. Durante o desfile, Diego já apontava que Anissa era uma das fortes concorrentes à coroa. Ela era uma das que tinham as duas características que Suffredini julga ser essencial para uma miss: preparação e presença.

Quando perguntado o que é preciso para ser uma Miss, Suffredini diz que é preciso fluidez nas mãos e pernas enquanto caminham pelo palco, é preciso ver todos os dentes em seus grandes sorrisos e elas devem sorrir nos fazendo acreditar que estão muito felizes, mesmo que não estejam.

Miss-108.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s