Arte e Cultura

O nascimento como uma das novas formas de fazer arte na fotografia

A 8ª edição da Semana da Fotografia traz a Balneário Camboriú mais uma vez, uma modalidade que vem ganhando espaço no mercado fotográfico, o Newborn Secrets. Além do VideoMaker Conference, dedicado a edição de vídeos.

A 8ª edição da Semana da Fotografia traz a Balneário Camboriú uma modalidade que vem ganhando espaço no mercado fotográfico, o Newborn Secrets. Além do VideoMaker Conference, dedicado a edição de vídeos 

Texto e edição: Dieize Coimbra, Marília Cordeiro e Victória Severo

A fotografia newborn (recém-nascido em inglês), uma modalidade recente no mercado fotográfico, vem ganhando espaço e novas técnicas. Para que os profissionais possam entrar para esse segmento preparados, os dois últimos dias da Semana da Fotografia (17 a 24 de março) foram dedicados a ele. Nove profissionais compartilharam seus conhecimentos e trabalho para as quase mil pessoas que prestigiaram as palestras e workshops dedicadas ao assunto.

O único homem do time de palestrantes, William Espósito conta que foi “escolhido” por essa modalidade. Ele possui vários anos de experiência na área, já ministrou workshops no Brasil, Estados Unidos e Espanha, recebeu o prêmio de melhor fotografia de gestante no concurso internacional Outstanding Awards. Segundo ele, para poder seguir nesse meio é necessário mais do que paciência, disponibilidade e aspectos técnicos da profissão. “Você deve ter amor por estes ‘serzinhos’ tão apaixonantes e ao mesmo tempo difíceis de lidar. Muitas vezes só mesmo uma mãe pode entender”.

Quem concorda é a fotógrafa Paloma Schell, que também esteve entre os palestrantes do Newborn Secret. Autora do livro “Guia Prático Para Fotografar Newborn”, ela ministra cursos em todo o mundo, é embaixadora da Associação Européia de Fotografia Newborn, membro da ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos) e leva sua Oficina de Imersão “Newborn Immersion” do Brasil para Orlando (EUA). Ela explica que os ensaios com bebês podem durar até 4 horas. “Nesse período, praticamente 90% do tempo é o empenho em oferecer paciência, conforto e cuidado com o recém-nascido e sua família, o que não se aplica a outros ensaios”.

Paloma se sente realizada. “A fotografia sempre fez parte da minha vida já que meu pai é fotógrafo aposentado”. Mas foi em 2008, na gravidez do seu primeiro filho, que conheceu e se encantou pela fotografia newborn.

Espósito fala também sobre o desafio que foi ser homem nesse segmento. “No começo as mães até estranhavam um pouco mas tudo depende de como você se porta diante de cada situação”. Sobre a igualdade e o respeito entre os profissionais, ele diz que questões de preconceito são “insignificantes frente a tantos desafios que enfrentamos, nunca existiu comigo… São inexistentes a meus olhos”. Ele vê profissionais igualmente capacitados, tanto homens quanto mulheres, “que sinceramente não ficam a dever nada pros grandes da fotografia internacional”.

Paloma concorda, para ela a modalidade é um investimento com  grande potencial. “Fotografia newborn só cresce, o mercado brasileiro amadureceu e hoje não perde em nada para o americano. O segmento é forte e muita gente está migrando para ele”.

Uma indicação para iniciantes dessa modalidade, dada por Espósito, é ir a hospitais públicos e oferecer sessões gratuitas, fazendo uma troca: exercitar na prática, e presentear alguém que não teria condições de contratar um trabalho como esse. Avisa também sobre precauções: “treinar com muito cuidado dedicação e não tentar jamais fazer poses que ainda não tem segurança para fazer”.

Preocupada, Paloma faz um alerta com relação aos “aventureiros”. Segundo ela, existe quem enxerga esse tipo de ensaio “como oportunidade de ganhar dinheiro e não se especializam, não estudam sobre as necessidades e cuidados com o bebê”, apresentando um grande risco aos recém-nascidos e a própria modalidade/prática fotográfica.

Ambos não se arrependem de ter escolhido essa vertente da profissão. “Vi no segmento uma oportunidade de estar perto dos bebês e da fotografia ao mesmo tempo, duas grandes paixões, o que tornou a melhor escolha da minha vida”, conta a fotógrafa.

A respeito da importância e objetivo do seu trabalho, William diz que o que mais o motiva é que “ficará por gerações”. Um “contador de histórias” como ele mesmo diz, a recompensa é eternizá-las, torná-las “significante, para contar o amor e a união destas famílias. Por isso, me sinto muito muito grato”. Encontrou nesse mercado, que hoje é tão competitivo um diferencial que o mantém satisfeito e feliz com os resultados.

Outro fotógrafo que acompanha a Semana da Fotografia todo ano e também oferece o serviço da fotografia newborn há cinco anos é Eduardo Werner. Ele tem se dedicado ao aperfeiçoamento nesse segmento, apesar de ter nove anos de experiência como fotógrafo de eventos.

Entre as principais dificuldades que Eduardo aponta está a logística para a realização desse tipo de ensaio. Conta que tem preferência em fazer as fotos no estúdio, para ter um domínio maior, porque muitas vezes a forma Lifestyle (fotografias tiradas na casa da família do bebê) acaba não funcionando. “Já tivemos algumas situações de ficarmos lá e a criança não dormir, chorar e a gente ficar sem ter o que fazer e na casa do cliente”. Isso causa constrangimento para ambas as partes. Segundo o fotógrafo, lidar com os pais também pode ser difícil, pois muitas vezes eles ficam apreensivos.

Fernanda Medeiros, 21 anos, fez o ensaio com sua filha Heloísa quando ela tinha 12 dias e conta que foi muito cansativo. A sessão durou seis horas. “A Helo fez xixi pelo cenário todo”, relata com bom humor. “Até cocozinho rolou na blusa da mamãe e do papai”. Mas o resultado final valeu a pena. “Com certeza no próximo filho também irei fazer”, afirma entusiasmada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eduardo pretende ganhar mais experiência e por isso está sempre estudando e procurando melhorar seu desempenho profissional. Recentemente, fez uma exposição com fotos newborn em um estilo completamente diferente chamado Light Baby, onde ele utilizou a técnica do Light Painting nas fotos.

 

Semana da Fotografia 2017

A Semana da Fotografia, realizada pela iPhoto Channel, vem surpreendendo positivamente a cada ano pois não é um evento convencional. “Temos palestras práticas, apresentações, a tradicional festa, então temos um público fiel que comparece em todas as edições e sempre trazem alguém”, explica Giulia Toscani, que fez parte da organização do evento. Esse ano foram três congressos ministrados por 36 profissionais durante sete dias. Começando com VideoMaker, com 10 apresentações nos dias 16 e 17. Seguindo com a tradicional Semana da Fotografia, que teve 13 palestrantes entre os dias 20 e 22. E concluindo o evento, nos dias 23 e 24, com nove fotógrafos na Newborn Secrets.

A procura pelos ingressos se intensificou a medida que a data limite as vendas foi chegando. Giulia comenta que apesar do momento econômico do país o objetivo é reinventar congresso. “Atraindo mais públicos de diversos segmentos da área, para apenas um congresso. Dessa maneira os interessados se sentirão mais motivados”.

Veja como foram as palestras pelas redes sociais: Facebook  Instagram

Para iniciantes

Muitas pessoas logo associam a fotografia newborn a fotógrafa australiana Anne Geddes, que está no mercado há mais de 20 anos. Seu trabalho se caracteriza por incluir os bebês em temas relacionados a contos de fadas, no meio de flores, frutas, vegetais, fantasiados de animais e de anjos e nos mais variados e inusitados cenários. Seu estilo único inspira muitos fotógrafos de newborn pelas imagens lindas e de alta qualidade técnica. Você pode conhecer mais o trabalho dela em seu site oficial: Anne Geddes.

A fotografia newborn, que é relativamente nova aqui no Brasil, sofreu um boom nos últimos anos e a cada dia possui mais adeptos. A principal questão na fotografia newborn é a segurança do recém-nascido. Tudo deve ser feito de forma a dar conforto e segurança ao bebê. Algumas sugestões para os iniciantes:

  • O estúdio, ou local onde for realizada a sessão, deve ser higienizado, assim como todos os acessórios e props utilizados.
  • Mãos higienizadas com álcool em gel, unhas cortadas e cabelos presos.
  • A temperatura do ambiente deve ser controlada, entre 28 e 30 graus. Sempre que o bebê mostrar frio ou calor, esta temperatura deverá ser regulada. Tenha um aquecedor, um umidificador de ar e um termômetro, em seu local de trabalho.
  • Os cestos e props devem ser feitos de materiais seguros para o bebê. Nunca use vidro ou cerâmica.
  • Em caso de doença do fotógrafo ou de pessoa de seu convívio, a sessão deverá ser remarcada.
  • Procure realizar o ensaio entre 6 e 15 dias de vida do bebê, pois nesta fase os recém-nascidos são mais flexíveis.
  • O bebê deve estar bem alimentado antes de se iniciar a sessão.
  • Os bebês possuem vários reflexos, que podem acordá-lo durante a sessão. Tenha sempre um assistente próximo e de olho no bebê, pois um movimento brusco pode acordar o bebê
  • Estude a fisiologia e anatomia do bebê.
  • Aprenda a posicioná-lo adequadamente. Treine antes com uma boneca.
  • Muitas das poses são produto de fusão de imagens no Photoshop. Não tente reproduzir tudo o que você vê nas redes sociais. Pode ser perigoso para o recém-nascido.
  • Comece com as poses mais simples. Com o tempo e a experiência adquirida, naturalmente você vai evoluir para as poses mais complexas.

Poses básicas

  • Bum Bum (Bum Up)
  • Pose Lateral (Side Pose)
  • Queixo
  • Barriguinha para cima
Informações importantes:
  • Em média, um pacote de fotografia newborn contém de 20 a 30 fotos.
  • E o valor varia entre R$ 680 a R$ 2.500. Os valores mudam em função de como é o acabamento do fotolivro (que tipo de papel e impressão), quantas páginas o fotolivro vai ter, qual o tamanho das páginas, qual fornecedor o profissional usa, entre outras opções. Podendo então, ultrapassar os R$ 3 mil.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s