Economia

Bordado, transparência e brilho deixam o valor dos vestidos de formatura mais caros

Nas lojas de aluguéis os preços variam entre R$150 a R$1.000. Já os vestidos feitos sob medida podem ultrapassar os R$2.500

Nas lojas de aluguéis os preços variam entre R$150 a R$1.000. Já os vestidos feitos sob medida podem ultrapassar os R$2.500

Texto: Andressa Magalhães, Bianca Pereira e Daniella Machado 

São centenas de cores, modelos, tecidos e estilos. Eles têm decote em V, decote nas costas, transparência, fendas, pérolas, bordados, brilhos, pedrarias, babados, cores claras, escuras e chamam muito a atenção. Estamos falando dos sonhados vestidos de formatura!

13600091_1196591473706125_8449188086139081778_n
Lojas faturam mais em épocas de formatura (Foto: Cedida por Estilo Noivas e Festas)

Nas lojas de aluguel de festa em Itajaí e região, os três últimos meses do ano tem foco total voltado às formaturas, já que é sempre no fim do ano que as escolas e colégios realizam a tão esperada festa de formatura. Carolina Godinho Pahl é uma dessas meninas, e se preparou o ano inteiro para a formatura de um colégio particular de Itajaí que acontece em dezembro. “Eu comecei a ver o meu vestido no começo do ano. Achei um modelo bonito na internet e em julho fui ver se eu encontrava nas lojas para alugar”.

Mas há quem diga que achar um vestido ideal não é fácil. Carolina conta que procurou o modelo escolhido em várias lojas, mas não achou nada parecido com o que tinha pensado. Além disso, o preço alto também contribuiu para a decisão da formanda de fazer o vestido sob medida em uma costureira. “Comparando os preços dos aluguéis, eu achei o preço (sob medida) mais em conta”, explica.

15049701_1331207550252190_1016787036_n
Vestidos variam de R$150,00 a R$1.000,00 (Foto: Bianca Pereira)

Na loja Estilo Noivas e Festas, localizada na rua Ciríaco Meirinho, no bairro São Judas, os preços variam de R$150 a R$1.000. A diferença é vista principalmente por conta dos tecidos, formatos e toda a composição da peça. A proprietária Francini Laís Muraro, 29 anos, está há 4 anos nesse ramo e explica que, de alguns anos para cá, o valor têm aumentado. “O preço aumentou por conta dos modelos oferecidos atualmente que tem bastante pedraria, tule e bordado”.

Outro fator que explica o preço alto dos vestidos é a forma como a proprietária compra do fabricante. “Vou até São Paulo comprar peças que vêm exclusivas de Minas Gerais. Eu pago um valor muito maior do que eu cobro na loja. Mas, eu prefiro locar um vestido mais de 10 vezes, baixando o preço dele, do que colocar um preço acima do que eu pago e deixar ele parado. No final,  acabo ganhando bem mais do que realmente paguei pela peça”, ressalta.

Para alugar um vestido mais em conta, Francini aposta nas promoções. Se um vestido não tem a saída que espera, ela baixa o valor para que ele não estrague e, assim, possa ser usado mais vezes. Além disso, quando a pessoa opta por um modelo que não precisa de muitos ajustes ao seu corpo, acaba ganhando também um desconto. “Eu faço essas promoções para chamar o público, pois sei que está uma época bastante difícil. Outra coisa que faço é dar um super desconto caso a família toda alugue os vestidos aqui”.

Carolina decidiu mandar fazer o vestido através de uma costureira. O modelo escolhido por ela possui pedraria, transparência e bordado também. A parte mais barata é a saia. O preço total ficou em R$850. Assim como ela, Marina de Assis vai se formar em Direito pela Univali e optou por fazer o vestido da sua formatura em uma costureira. O valor total foi de R$ 1.500. “Eu pensei em algo e já levei direto para a costureira. Não fiquei procurando”, explica. Quando perguntada sobre o valor alto a ser pago por um vestido que usará em um único dia, ela responde: “Vale a pena, porque é feito do meu jeito”.

De acordo com a professora de moda da Univali, Maria Rosaime Cabral, a estrutura da empresa, a qualidade do vestido e, principalmente, o valor visual, já que muitas vezes a cliente requer uma peça pouco reconhecida, contribuem para o preço alto nas lojas de aluguéis. Já nas costureiras, o que torna o preço mais caro é a mão de obra. “O profissional qualificado com certeza cobra mais pelo serviço por conta do tempo da execução”. Outro fator que contribui é o valor do tecido, já que está em alta tecidos nobres, rendas importadas, aviamentos exclusivos e diferenciados.

15050214_1331207610252184_1915151800_n

A estudante de moda Sara Miranda vê essa realidade na prática. Desde pequena, ela desenha vestidos de noivas e festas. Aos 14 anos, começou a costurar suas primeiras peças e ali viu o seu futuro. Há pouco mais de dois anos,  confecciona vestidos sob encomenda no atelier montado em sua própria casa. Quase concluindo a faculdade, já passou por cursos em outras cidades do mundo, como em Milão, na Itália, e acredita que a confecção exige mais trabalho. “Os tecidos têm um valor bastante elevado e a mão de obra é muito minuciosa e bastante diferenciada de uma roupa comum, levam muito tempo para serem feitos. Os meus, por exemplo, custam de R$ 1.400 a R$ 2.700”, revela.

12802851_1180046158673368_5835324822967114805_n
Sara confecciona os vestidos em um atelier na sua casa. (Foto: Vanessa Sarneski)

Isso tudo acontece porque em uma indústria a parte mais demorada é a modelagem e o material utilizado. Eles têm a prática de comprar em maior quantidade, barateando o custo final. Já nos vestidos feitos sob medida, cada peça tem sua modelagem, corte, tecido diferenciado e acabamentos manuais. “Não tem como um trabalho manual ser comparado aos valores contados pela China, sendo que eles têm acesso a material muito mais barato e mão de obra escrava”, explica Sara.

A loja Casa do Povo, no centro de Itajaí, é especializada em tecidos e recebe reposição toda a semana. São diversas cores, modelos e materiais trabalhados fio a fio. A maioria das peças vêm de outros lugares do mundo, por esse motivo o custo é mais alto. A renda bordada é o tecido que está  em alta ultimamente e na loja custa em média R$ 230 o metro. Já na Casa Boião, outra loja do ramo, o mesmo tipo de renda pode ser encontrado por um pouco mais de R$ 60 o metro.

Há mais de vinte anos costurando vestidos de festa, Tatiana Cristiane Caldeira conta que já viu de tudo. Desde vestidos com babados, de veludo e até os mais simples, com tecido mais barato. Ela acredita que o importante é se sentir bem e realizar o desejo de se vestir com o vestido que sonhou para aquela ocasião. Mas salienta que nos últimos anos a exigência das clientes tem aumentado na mesma medida do valor dos tecidos. “Os vestidos mais simples não saem muito. As mulheres querem o que está na moda, o bordado. Por conta disso o preço final do vestido sai mais caro. Mas como eu não desenho, não sou formada e não compro os tecidos, meus vestidos quase nunca ultrapassam R$ 300”, ressalta.

Esse aumento de preço nos tecidos e vestidos já prontos é visto com indignação por algumas formandas. Morgana Espíndola ainda não teve coragem de procurar um vestido de formatura, ela se forma no final do ano em Fisioterapia. “Minhas amigas estão pagando de R$ 1.300 até R$6.000 em um vestido. Eu acho loucura pagar tudo isso! Nunca pagaria mais de R$ 600”.

Ainda não há estudos para comprovar se os preços realmente estão mais altos e o porquê de o preço ter aumentado, mas a professora de moda Graziela Morelli explica que há muitas variáveis no que diz respeito ao valor final de cada peça. “Em linhas gerais, podemos até estabelecer o fato de que o sob medida, por ser um processo artesanal, pode se tornar mais caro, enquanto o outro (de aluguel), por poder ser oriundo de uma produção industrial, pode ser mais barato. Isso acontece pela produção em quantidade, melhor aproveitamento do tecido no corte das peças, bordados seriados, tamanhos padronizados e matérias-primas compradas em quantidade que costumam ser mais baratas do que comprar dois ou 3 metros numa loja de varejo”, finaliza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s