Economia

Bares e restaurantes se preparam para chegada da alta temporada na região

O setor gastronômico de Balneário Camboriú procura manter o mesmo padrão de qualidade com novas contratações devido ao início do verão e a vinda dos turistas

O setor gastronômico de Balneário Camboriú procura manter o mesmo padrão de qualidade com novas contratações devido ao início do verão e a vinda dos turistas

Texto: Andressa Magalhães, Bianca Pereira e Daniella Machado

Quando falamos de Balneário Camboriú, logo associamos o município ao turismo e as festas recorrentes da cidade. Mas há outro fator que atrai bastante os turistas pra cá: a gastronomia. Só na Avenida Atlântica, considerada a via gastronômica da cidade, são mais de setenta restaurantes e bares com diversas opções de pratos e drinks. Bárbara Mohr, moradora de Palhoça, conta que ao visitar Balneário Camboriú ficou encantada com tanta variedade. “Tem bastante diversidade de sabor e preço, apesar de na baixa temporada o preço ser mais em conta e na temporada ficar bem mais alto”, ressalta.

14677905_1129075483841315_1487119214_o
Restaurante é opção para encontro de amigos (Foto: Andressa Magalhães)

Durante o período de baixa temporada, que engloba os meses de março a outubro, os restaurantes se desdobram para atrair os clientes. Por conta da fraca demanda de turistas nesta época, o movimento se torna bem menor. Sarita Lenzi é proprietária do Restaurante e Choperia Wrulenbac e acredita que promoções, um cardápio diferenciado e um local agradável podem atrair o público. “A gente agora está com promoção de a cada dois chopps, o cliente ganha batatinha frita. Além disso, não oferecemos apenas peixes como os outros. Nosso forte aqui é carnes, risotos e as cervejas artesanais que atraem bastante o pessoal. Nossa decoração também foi pensada para o lazer, como se fosse mesmo um pub europeu”.

Sarita e o marido estão há dez anos no ramo da gastronomia. O casal possui dois restaurantes, um na Av. Atlântica e outro na Praia do Estaleirinho. “Meu marido gosta de cozinhar desde pequeno, mas decidiu ser dentista. Exerceu a profissão por vinte anos e agora estamos na cozinha. Ele faz de um tudo, desde comprar os produtos, montar o cardápio e às vezes até servir.” Mesmo assim, os dois não deixaram de sentir no bolso os efeitos da crise no Brasil. “Aumenta o preço do fornecedor, aumenta o preço pra gente e consequentemente aumenta para o cliente também”, explica.

Por conta da crise financeira que assolou o país em 2015 e 2016, a baixa temporada foi pior em relação aos últimos anos. O economista Eduardo Guerini acredita que a população esteja economizando mais e poupando de sair para comer em restaurantes. Mesmo com previsão de mudança, até mesmo a alta temporada continuará sentindo esses reflexos. “As perspectivas econômicas dependerão de fatores externos e internos, da mudança do ‘estado de expectativa’ e das reformas estruturais em curso no Brasil. Mesmo o setor gastronômico sendo um dos menos atingidos, há uma preocupação por parte dos clientes, pelos desempregos que a crise causou”, explica Guerini.

14625534_1129074987174698_1187309098_o
Restaurantes fazem promoções de inverno para atrair o público (Foto: Andressa Magalhães)

O responsável pelo Marketing do Restaurante Chaplin, André Luiz Mazocco, avalia que a cidade de Balneário Camboriú não tem capacidade administrativa para atrair o turista na baixa temporada. “Nossa cidade não tem nenhuma atração, nenhum planejamento para que isso ocorra. Por causa disso, todo o comércio, gastronomia e hotelaria saem perdendo”.

Expectativa para a temporada

É em meados de novembro e começo de dezembro que os turistas desembarcam na cidade. São brasileiros, argentinos, paraguaios, americanos e até europeus. Todos à procura de um lugar para descansar e aproveitar os momentos de folga. Os bares e restaurantes já se preparam para a chegada deles com variação no cardápio, contratação de novos empregados e disposição para atendê-los até de madrugada. “No verão a gente abre às 14h e às vezes ficamos até 4h da manhã”, conta Sarita, do restaurante Wrulenbac. Em relação ao cardápio oferecido na temporada, ela explica que dificilmente muda os pratos. “O que acontece é a retirada de um ou outro e a reposição de um prato diferente no lugar”.

No restaurante Lago da Sereia é diferente. A gerente Elaine Gerchewski conta que é preciso alterar o cardápio porque no verão há outra variedade de peixes. “Mudamos dois ou três pratos a cada temporada”. Quanto ao preço, Elaine explica que é preciso mudar por conta do fornecimento. “Aumenta tudo no verão. Então precisamos aumentar também”.

14647401_1129075420507988_1811881368_o
Na temporada os preços aumentam (Foto: Andressa Magalhães)

Segundo o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol), a rede hoteleira da cidade já está praticamente lotada até o mês de março de 2017, principalmente com turistas estrangeiros. Por causa disso, os restaurantes buscam profissionais como garçons, atendentes de balcão e até cozinheiros com inglês ou espanhol fluentes. “Em algumas temporadas nós temos garçons que falam inglês. Em outras, isso já não acontece”, conta Sarita. Essa situação é a mesma observada por André, da rede de restaurantes Chaplin. “Seria maravilhoso se tivéssemos garçons com uma segunda ou terceira língua, mas 90% dos currículos que recebemos não possuem profissionais que falam nem o básico de outras línguas. Sofremos um pouco com isso”.

Na temporada o número de frequentadores da Praia Central de Balneário Camboriú triplica e para atender tanta gente é preciso contratar profissionais e aumentar o quadro de funcionários. “Na temporada é preciso manter o mesmo padrão de atendimento do inverno, por isso a equipe aumenta. Tem temporadas que eu chego a ter 17 funcionários a mais”, explica Sarita.

Para a temporada de 2016/2017, o setor gastronômico tende a ter um aumento ainda mais significativo. “Já estamos notando um público bom com as festas de outubro. A partir de agora, o movimento só tende a crescer”, finaliza Sarita.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s