Tecnologia

Levando a carteira no pulso

Produto inédito criado por catarinenses permite substituir os cartões de crédito por uma pulseira capaz de realizar pagamentos

Texto: Alan Willian e Talissa Peixer
Edição: Luzara Pinho

Produto inédito criado por catarinenses permite substituir os cartões de crédito por uma pulseira capaz de realizar pagamentos

Sair para praticar exercícios e ter o bolso carregado com o peso do celular e da carteira não é uma situação muito agradável. Pior do que isso é parar no caminho para comprar uma garrafa de água e perceber que esqueceu a carteira em casa. Esse problema acaba de ser resolvido por uma pequena empresa catarinense. A StartUp Atar, da cidade de Timbó, no Médio Vale do Itajaí, lançou uma pulseira moderna, seguindo os conceitos de tecnologia vestível – wearable, em inglês – a qual é capaz de realizar pagamentos substituindo o cartão de crédito.

A concepção da Atar Band é dos sócios Orlando Purim Junior, Mike Allan e Luiz Fernando Heidrich. Os jovens, com idade na casa dos vinte anos, estavam cansados de andar com o bolso cheio. “Nossa missão sempre foi fazer com que o público possa estar livre da carteira, do dinheiro e daquele monte de cartões. Pra isso estamos substituindo por um acessório que, além de ser bonito, faz pagamentos. É incrível”, afirma Mike.

ATAR_socios-600x400
Mike, Orlando e Luiz Fernando são os criadores da Atar Band

O acessório funciona com uma tecnologia denominada contactless, ou NFC, que é a transmissão de dados por aproximação, e entra no mercado custando R$250. A novidade é a prova d’água e dispensa o uso de baterias. Basta instalar o aplicativo no celular e escolher o valor da recarga. O sistema emitirá um código para impressão do boleto. Após o pagamento, sua pulseira está carregada e pronta para uso. Daí é só aproximar a pulseira da tela da maquininha de crédito, digitar sua senha e pronto, sua conta está paga.

“O mais engraçado é a reação dos comerciantes quando chega a hora de pagar a conta. Todos querem saber que tecnologia é essa,” afirmou Mike. Segundo ele, 85% das maquininhas de cartão são compatíveis com esse sistema e a tendência é aumentar o número de aceitação. Após aprovada a compra, o usuário recebe uma notificação no celular e pode ter o controle de quanto ainda poderá gastar.

Questionado sobre a segurança do produto caso seja perdido ou furtado, Mike garante que o portador poderá bloqueá-la com um toque. “Além da senha pessoal que protege a pulseira, o dono poderá acessar o aplicativo no celular e bloquear ela sempre que achar conveniente. Ele está no controle,” explicou.

A administradora Daniela Gomes, 29 anos, soube da novidade e adquiriu a sua. “Me transmitiu segurança. Vai ser muito mais discreto do que tirar a carteira da bolsa. Além disso, não preciso pagar as taxas elevadas do cartão de crédito e nem estar vinculada a um banco”, disse ela. Já o estudante Arthur Aguiar, 19 anos, achou o preço um pouco salgado. “É muito interessante a ideia, mas é arriscado. Se eu perder posso bloquear, mas daí o valor que paguei por ela já era”, pontua.

Mike afirma que a StartUp segue trabalhando para melhorar o acessório. A vinculação da pulseira à um cartão de crédito ou débito pode ser a próxima atualização, apesar de sua falta ser um dos benefícios apontados pela usuária Daniela. “Algumas pessoas estão nos pedindo porque facilita no pagamento. Vai ser opcional”, explica Mike. Ele revela que já foram vendidos mais de 10 mil acessórios na pré-venda e a expectativa é iniciar a entrega no início do segundo semestre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s