Bem-Estar

Vidas em risco: Crise na saúde compromete atendimento do Hemosc

Atendimento no posto de coleta de Itajaí foi reduzido. Divida do governo do estado com a Fahece ultrapassa R$ 15 milhões.

Atendimento no posto de coleta de Itajaí foi reduzido. Dívida do Governo do Estado com a Fahece ultrapassa R$ 15 milhões

Texto: Bruna Bertoletti e  Schaline Rudnitzki
Edição: Thamiriz Garcia

Foi após a ligação de uma amiga que a estudante Bárbara Hoffmann decidiu doar sangue pela primeira vez. Chorando ao telefone, ela pedia ajuda para salvar a vida de uma colega que estava internada no hospital. Sensibilizada, Bárbara não mediu esforços para realizar a doação, porém foi surpreendida ao saber que não poderia doar em Itajaí.

4
Cada doação pode salvar até três vidas. (Foto: Bruna Bertoletti)

A alternativa para Bárbara foi ir até o Hemocentro mais próximo da cidade, que fica em Blumenau. “Saímos de casa às 8h, não pegamos trânsito, porém não foi fácil encontrar o Hemosc. Nos perdemos dentro da cidade e acabamos precisando parar algumas vezes para pedir informações da localização”, conta a estudante.

Ainda assim, os transtornos acabaram valendo a pena, mas ela confessa que não voltou mais à cidade para realizar doações pela questão do deslocamento. “O atendimento foi muito bom e voltaria para fazer outra doação, mas é complicado. Se tivesse um Hemosc mais próximo doaria muito mais”.

Itajaí tem um posto de coleta que funciona há mais de um ano dentro da Universidade do Vale do Itajaí, mas este teve o funcionamento comprometido no fim de abril por falta de recursos. A coleta acontecia semanalmente na unidade e chegou a ser interrompida sem muitas explicações, dias antes da data agendada para o serviço.

O Posto de Itajaí é uma unidade de coleta externa do Hemosc de Blumenau. Toda as segundas-feiras profissionais de Blumenau vinham até a cidade para realizar o procedimento. No total, 60 senhas eram distribuídas por semana e por muitas vezes houve fila de espera para realizar a doação e até pessoas voltando para casa frustradas por não terem conseguido doar.

2
Coleta de sangue acontece na Univali em Itajaí (Foto: Bruna Bertoletti)

O problema é que agora o funcionamento do serviço é uma incógnita e os doadores só sabem dias antes se vai haver ou não a coleta na unidade. De acordo com a Fahece, Fundação de Apoio ao Hemosc/Cepon, o Governo do Estado não está realizando o repasse devido de verbas e, por este motivo, há dificuldade no pagamento dos profissionais e dos kits utilizados nas doações.

A dívida, que já chegou a quase R$ 20 milhões, foi amenizada no último mês com o depósito de R$ 4,5 milhões para o Hemosc. Ainda assim, o valor só cobre pagamentos em atraso e não é suficiente para quitar as despesas mensais da unidade. Por nota, a Fundação ressalta que por enquanto o cancelamento não afetou o abastecimento de sangue do estado, mas coloca em risco os estoques para os próximos meses.

Para manter os sete hemocentros, três postos de coleta e as nove agências transfusionais, que atendem os hospitais e clinicas públicas e privadas do estado inteiro, o Hemosc precisa do repasse de R$ 4.433.144,03 por mês. Sem o recurso, e consequentemente sem o funcionamento do Hemocentro, o atendimento médico fica comprometido, já que a instituição é responsável por 98% das coletas em Santa Catarina.

mapa_de_hemocentros
Localização unidades do Hemosc em Santa Catarina

Mariana Dalila sabe bem o que é depender das doações de sangue do serviço do Hemosc. Aos sete anos ela foi diagnosticada com leucemia linfoide aguda, câncer que atinge as células brancas do sangue. Durante o tratamento, ela precisou de mais de trinta bolsas que foram doadas ao Hemosc. “Fico feliz em saber que ainda há pessoas que pensam no próximo, caso contrário, hoje não estaria aqui”, ressalta.

Enquanto o impasse com o Governo do Estado não chega ao fim, pacientes de Itajaí e região podem não ter a mesma sorte de Mariana no tratamento. O Hospital Marieta Konder Borhausen, um dos maiores do estado, é abastecido pelas doações realizadas nos hemocentros do estado. Durante a atividade, mais de 2.500 pessoas já doaram sangue no local. Os índices altos questionam a necessidade de um Hemosc em Itajaí, mas a Fahece adianta que com os baixos orçamentos não há possibilidade da implantação de uma nova unidade.

Acompanhe aqui os dias de coleta de sangue em Itajaí.

Doação de Medula
O cadastro para doação de medula óssea também fica comprometido sem o atendimento do Hemosc em Itajaí. Desde o início do ano o ponto de coleta de medula no Hospital Marieta Konder Bornhausen não funciona mais. Todos os cadastros para doação na cidade só podem ser feitos na Univali.

De acordo com o hospital, o cadastro é de competência do Hemosc, mas o Marieta realizou o procedimento por cinco anos para auxiliar o serviço, já que Itajaí não tem uma unidade do Hemocentro. Durante o período, 1.943 cadastros de medula foram realizados no hospital.

Um motivo a mais

Itajaí é historicamente uma das cidades com maior número de coletas de sangue em Santa Catarina. O tema se tornou ainda mais próximo dos moradores da cidade com a campanha Força Biel, iniciada em fevereiro de 2015 para ajudar um garoto diagnosticado com leucemia.

Na busca por um transplante de medula óssea, um movimento iniciado pela família do Gabriel Coelho, de 14 anos, incentivou a doação de sangue e medula óssea. Milhares de pessoas realizaram o cadastro de doação na esperança de serem compatíveis com o garoto e ajudarem a salvar a vida dele.

A luta de Gabriel continua e agora ele está internado GRAACC em São Paulo, que é o Grupo de Apoio ao Adolescente e a Criança com Câncer. Ele já tem um possível doador, mas as limitações físicas ainda o impedem de realizar o procedimento.

A família continua incentivando as pessoas a doarem e ajudarem outras tantas que precisam de sangue:

14 de junho

No mês de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data é uma campanha para motivar a população a procurar o hemocentro. Segundo o Ministério da Saúde a média ideal de doares na população seria de 2 a 3%. Em Santa Catarina, o saldo é positivo, atingindo de 2 a 2,5%.

Mas, é no inverno que as doações caem consideravelmente. Em Blumenau, por exemplo, a meta é de 70 coletas diárias, enquanto nos meses frios não passa de 50. De acordo com a Diretora Geral do Hemosc, Denise Gerent, algumas tipagens acabam ficando mais escassas nesta época. “As baixas temperaturas fazem as pessoas deixarem de vir ao hemocentro e como o A- e o O- são os tipos sanguíneos com menor taxa na população estes acabam causando mais impacto”, esclarece.

Folder-saiba-se-vc-pode-doar

Crise na saúde

A falta de repasses do Governo do Estado não têm prejudicado apenas a coleta de sangue. Outros serviços na saúde em 295 municípios de Santa Catarina foram afetados de alguma forma. Durante reunião realizada na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), o secretário do Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing, justificou o atraso no recebimento de verbas com a crise financeira.

De acordo com Kleinübing, o orçamento para custeio da Secretaria foi reduzido em 20%, e em contra partida houve aumento no custo dos procedimentos. Ele ainda reforçou a necessidade de recursos extras e da reavaliação das prioridades na realização dos procedimentos.

Segundo dados do Tribunal de Contas de Santa Catarina a divida já ultrapassou R$ 200 milhões. Os reflexos estão no aumento de filas de espera para consultas, falta de medicamentos à população, leitos fechados e redução no número de médicos. Em Criciúma, por exemplo, o Hospital São José chegou a ficar cerca de 24 horas sem atendimento por falta de pagamento dos funcionários.

O Ministério Público foi acionado pelas prefeituras que estão sem receber o repasse desde janeiro. Para conseguir continuar o atendimento médico nos municípios, eles precisam receber o valor da dívida que já chega a R$ 35 milhões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s