Arte e Cultura

Ensinando através da música

Agora é lei: o ensino das artes é obrigatório nas escolas do Brasil, tornando-se, assim, tão importante quanto as demais matérias. Em Blumenau, o Projeto de Musicalização do 1o ao 3o ano vem complementar a Musicalização Infantil e o Programa de Bandas e Fanfarras.

Agora é lei: o ensino das artes é obrigatório nas escolas do Brasil, tornando-se, assim, tão importante quanto as demais matérias. Em Blumenau, o Projeto de Musicalização do 1º ao 3º ano vem complementar a Musicalização Infantil e o Programa de Bandas e Fanfarras.

Texto: Letícia Maia, Mariana Campos e Paula Leão
Edição: Alan Willian
Fotos: Marcelo Martins/Prefeitura de Blumenau

b79a8db14b933147e75f7df532d35f51
Aprendizado de música desenvolve ritmo e potencialidades diversas.

O ensino das artes visuais, música, dança e teatro desenvolve a integração social, a criatividade, evidencia valores culturais e contribui para formação das crianças e adolescentes. “A arte, de um modo geral, facilita o aprendizado em qualquer  idade, sejam crianças pequenas ou adultos. A ludicidade da arte torna prazeroso o ensino de todas as matérias escolares”, explica Ely Steininger, 77 anos, professora de artes aposentada.

Ely, que já lecionou em mais de cinco escolas de Blumenau durante 14 anos – de 1994 a 2008 -, ensinou Artes Plásticas, Cênicas e Música para crianças e adolescentes de seis a 16 anos. Também é autora do livro Roy Kellermann: Magia da Cor e da Forma, que fala sobre a obra do artista plástico blumenauense, falecido em 2014. Ela explica que o aprendizado de música desenvolve a noção de ritmo, gosto musical e potencialidades diversas, inclusive aptidões artísticas.

Por essas razões, agora as artes devem obrigatoriamente fazer parte da grade escolar, conforme a Lei Federal 13.278/2016, sancionada no dia 3 de maio deste ano. O prazo para as escolas cumprirem essa determinação é de cinco anos. Confira a legislação abaixo:

Art. 26. Os currículos da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino médio devem ter base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e em cada estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e dos educandos. (Redação dada pela Lei nº 12.796, de 2013)

§ 2o O ensino da arte, especialmente em suas expressões regionais, constituirá componente curricular obrigatório nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos. (Redação dada pela Lei nº 12.287, de 2010)

§ 6o As artes visuais, a dança, a música e o teatro são as linguagens que constituirão o componente curricular de que trata o § 2o deste artigo. (Redação dada pela Lei nº 13.278, de 2016).

905c8e776cbcaed8c1f66587f5223a95
Apresentação na Escola Básica Municipal Henrique Alfarth.

“Por muitos anos, o ensino de Arte limitou-se, quase que exclusivamente, às Artes Plásticas. Somente alguns professores que gostavam e tinham conhecimento musical ensinavam Música aos seus alunos. Antes que esta lei vigorasse, alguns projetos de ensino de Música foram desenvolvidos fora da grade curricular. Os projetos foram muito bem sucedidos, com adesão de um grande número de estudantes. Assim, a  obrigatoriedade desta lei vem tornar realidade um sonho há muito acalentado por toda comunidade e professores de Música”. – Ely Steininger, professora de artes aposentada.

Em Blumenau, os Centros de Educação Infantil (CEIs) já possuem o Projeto Musicalização Infantil, que é direcionado a crianças de zero a cinco anos. O projeto completou dez anos em junho de 2015. Hoje, 78 CEIs oferecem aulas de música, totalizando 11 mil crianças que aprendem sobre artes semanalmente. Vinte e oito professores capacitados ministram essas aulas.

Além disso, o Programa de Bandas e Fanfarras – que até março desse ano era um projeto – existe em 33 das 50 escolas da rede municipal da cidade. Funciona no contraturno escolar e há 23 anos proporciona momentos de lazer e aprendizado a alunos do 1º ao 9º ano, bem como ex-alunos. Segundo a secretária de Educação de Blumenau, Patrícia Lueders, a mudança de projeto para programa garante a continuidade dos trabalhos.

Para complementar essas iniciativas já existentes, foi criado este mês o Projeto de Musicalização para crianças do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental. Lançado no dia 5 de maio, o projeto é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação com o Instituto Hering. Cerca de 6.500 crianças vão participar das aulas.

Para as lições, cada aluno receberá o material indicado para cada ano e os instrumentos necessários. As crianças vão aprender sobre percussão, vocalização e timbres, entre outros conhecimentos artísticos. O Instituto Hering também oferecerá capacitação aos professores para que as aulas possam iniciar. “A proposta é interdisciplinar, porque arte inclui mais do que só a música”, explica Patrícia.

“A música traz sensibilidade ao ensino, o que hoje é fundamental”. – Patrícia Lueders, Secretária de Educação de Blumenau.

33cc47f249497f20918db362dabce0df
Fanfarra proporciona aprendizado há mais de 23 anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s