Notícias

Blogueiras x profissionais da Moda: democratização ou roubo do espaço?

A cada dia diversas jovens criam páginas na internet e postam suas opiniões sobre produtos, looks do dia, e mais. Há muitas famosas que têm fãs e seguidoras fiéis. Mas onde fica os profissionais da área? Será que estão perdendo espaço para elas?

A cada dia diversas jovens criam páginas na internet e postam suas opiniões sobre produtos, looks do dia, e mais. Há muitas famosas que têm fãs e seguidoras fiéis. Mas onde fica os profissionais da área? Será que estão perdendo espaço para elas?

Texto: Iana Girardi e Lucas Machado Coelho
Edição: Renata Rutes Henning

Blogueiras de moda são uma tendência no Brasil, assim como o estilo de vida que elas ditam em seus blogs e vlogs (vídeos diários na internet). Muitas dessas garotas, grande parte delas jovens e bonitas, vivem de suas páginas na internet através de publicidade online ou parceria com lojas e marcas. Apesar das internautas terem democratizado e facilitado a difusão do conteúdo voltado ao mercado fashion e da beleza, há muitos profissionais da Moda que as veem como concorrentes.

Carla Bruhna é blogueira. Há um ano deixou o emprego para trabalhar exclusivamente com o seu blog. Ela começou como colunista de outra página online da região, onde fazia postagens semanais, quando decidiu a incentivo de amigas a fazer um espaço só dela. “Trabalhar como blogueira é ter um dia diferente do outro. Um dia trabalho em alguma loja, outro em casa ou também em eventos. Não existe um local fixo para produzir conteúdo, mas exige bastante dedicação para manter o blog sempre atualizado com postagens diárias. Além de que também fico em contato direto com as leitoras pelas redes sociais”, conta.

Inicialmente para Carla seu blog era apenas um hobby, mas ele acabou crescendo e algumas lojas da região começaram a procurá-la para trabalhos de divulgação. Hoje ele é o seu sustento. “No início eu tinha como referência as maiores blogueiras do Brasil, como a Camila Coelho, mas com o tempo eu percebi que eu era diferente delas, e resolvi escrever e trabalhar do meu jeito. Escrevo para garotas como eu, que gostam de se vestir sem gastar muito, com roupas diferentes e até mesmo com um cabelo fora do padrão”, explica.

carlabrunha3
Carla Bruhna. Foto: divulgação

O que abastece o blog da jovem são os mais variados conteúdos, desde as Semanas de Moda como também programas de TV e as gringas (garotas que moram em outros países, já que boa parte das tendências atuais do Brasil foram moda há um ano na Europa, por exemplo). “Estou sempre de olho no Instagram, na TV ou em sites que fazem coberturas de eventos. Não vejo que somos concorrentes de outros profissionais da Moda, pois a internet é um campo muito grande. Uma pessoa pode ter diversos blogs favoritos, então tem mercado para todos, sejam blogueiras ou não”, afirma.

A acadêmica de Design de Moda Maria Vitória Salvador discorda de Carla e afirma que para ela as blogueiras de moda ocupam sim o espaço de quem estuda sobre a área. “Hoje em dia qualquer um que tem uma máquina fotográfica, um computador e coloca uma roupa legal, ou não, já acha que pode dar dica para alguém, mesmo sem estudar nada”, opina. Ela acredita que blogs podem servir como uma distração, mas não para serem seguidos ao pé da letra.

O estudante Rafael Lourenço, pensa que algumas blogueiras tem sim o seu valor e espaço, como Camila Coutinho (foto capa) que é formada em moda. Porém, não concorda com o padrão de vida ostentado para as leitoras. “Por exemplo, quem segue e acompanha os blogs delas, geralmente vê roupas de marca de grife e as pessoas acabam achando que para se vestir bem e estar na moda tem que usar roupa cara”. Opina Rafael.

Há quem junte uma profissão com o amor pela moda, como foi o caso das jornalistas Heloísa Pena Paganelli e Déborah Klug. As duas se formaram em Jornalismo e durante o curso precisavam fazer um blog. Foi aí que surgiu o Cadê Meu Blush.  O portal foi um dos primeiros da região e até hoje faz muito sucesso. “Conseguimos atingir até 50 mil acessos em média, dependendo do conteúdo que está no ar”, conta Déborah.

O principal objetivo das jovens é trazer uma moda acessível ao público, com preços em conta e focando em produções catarinenses. “Não foi uma coisa que foi forçada, simplesmente a moda aconteceu para nós. Eu trabalhei como modelo quando mais nova, foi assim que fui apresentada ao mundo da moda. Acabei desistindo da carreira, mas continuei com meu interesse”, explica Déborah.

As duas já pensaram em fazer pós-graduação em Moda, mas desistiram porque não possuem o intuito de se especializar no assunto. “O nosso negócio com a moda é só o blog mesmo. Tudo que postamos lá é o nosso gosto pessoal. Ganhamos dinheiro com o blog, sim, mas também trabalhamos na área jornalística (assessoria de imprensa). O que o blog gera é através de parcerias com lojas e marcas (posts pagos) e publicidade em nosso site”, finaliza Helô.

kdmeublush2
Helô Paganelli e Déborah Klug. Foto: divulgação

A professora de Introdução ao Design de Moda, Graziela Morelli, afirma que em sua opinião os blogs fazem com que a moda se torne mais democrática. “Isso tem um lado muito bom, pois cria mais pontos de vista, mais discussão. Mas, no que diz respeito a moda e também outras áreas, a democratização faz com que todo mundo ache que pode opinar, mesmo que suas razões não sejam claras ou bem fundamentadas’”, explica.

A profissional considera que há muitos blogueiros e blogueiras superinteressantes com trabalhos bem fundamentados, com visões novas, bastante contemporâneas e uma capacidade fotográfica muito boa. “Mas ainda acho que há um excesso de informação, uma vontade de ser famoso, de dar opinião a qualquer custo e muito ‘copia e cola’ de conteúdos sem fonte confiável”, salienta.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s