Esportes

Reconstruindo a história: Após 43 anos o Clube Náutico Almirante Barroso retorna ao futebol profissional

Após 43 anos o Clube Náutico Almirante Barroso retorna ao futebol profissional

Parceria entre Litoral e Barroso movimenta o futebol em Itajaí 

 

Texto: Matheus Berkenbrock e Douglas Schinatto

 

Barrosista desde a infância, Murilo José da Silva tem sua história ligada aos dois principais clubes de futebol de Itajaí. Nascido em uma família de torcedores do Clube Náutico Almirante Barroso e torcedor assumido do clube, por ironia do destino Murilo foi brilhar logo no maior rival do time da sua família, o Clube Náutico Marcílio Dias. Este fato fez com que um de seus tios parasse de falar com ele.

– Sempre quis ser jogador de futebol e quando fui chamado para jogar no Marcílio não pensei duas vezes. Mesmo sendo barrosista eu queria ser um profissional, não importava por quem, eu só queria jogar. O problema é que toda minha família, inclusive meus pais e meus nove irmãos, torcia pelo Barroso e minha ida para o maior rival não foi bem aceita. Inclusive um tio meu olhou para mim e disse: “tanto time para jogar e você vai logo para aquela merda?”. Depois disso ele parou de falar comigo por um bom tempo – explicou Murilo.

Para sua sorte e azar da família, o Barroso não teve muita chance contra o Marcílio. No dia 09 de outubro de 1970 Marcílio e Barroso se enfrentaram no Estádio Dr. Hercílio Luz, casa do rubro-anil. Na ocasião a partida terminou empatada em 1 x 1. No entanto, o gol dos donos da casa foi marcado justamente por Murilo. “Lembro que saí para comemorar e vi meu pai na arquibancada, ele olhou para mim com cara de reprovação e fez sinal de que ia me dar umas palmadas”, relembra o ex-jogador com um sorriso no rosto.

1 (8)
Sentado em sua sala  Murilo lembra de suas histórias no futebol (Foto: Douglas Schinatto)

Após sofrer uma grave lesão no joelho, Murilo precisou se aposentar do futebol. Ele teve uma curta carreira como jogador profissional, apenas quatro anos. Desses, dois foram defendendo o azul e vermelho do Marcílio Dias. Quem também não ficou muito tempo no mundo do futebol profissional foi o time de coração do Murilo. Em 1972 o Barroso passava por dificuldades financeiras e precisou encerrar suas atividades.

Durante os 32 anos de futebol profissional o Barroso não conquistou muitos títulos de expressão, mas o vice-campeonato Estadual de 1963 foi muito comemorado por seus torcedores, assim como os títulos de Campeão da Cidade em cima do rival, mesmo que o Marcílio tenha ganho esse campeonato mais vezes. Além disso, o clube revelou dois bons jogadores: o goleiro Diogo e o lateral esquerda Alvacir, ambos contratados pelo Corinthians na década de 60. Sem esquecer  dos cinco jogadores convocados para a seleção catarinense: Nelinho, Elio, Deba, Mima e Godeberto.

1 (2)
Time de 1963 que marcou história no Barroso (Foto: Douglas Schinatto)

No entanto, segundo a assessoria de imprensa do Clube Litoral, o que os barrosistas mais se orgulham é de uma pesquisa feita nos anos 60 que apontou o time como o mais querido da cidade. Um fato que mostra esse carinho do povo itajaiense com o time é que, mesmo estando há 43 anos sem futebol profissional, o clube conta com aproximadamente 400 sócios.

Uma nova história começará a ser escrita

No mês de setembro de 2015 iniciaram as negociações entre os presidentes do Barroso e do Litoral, time de Navegantes que conquistou uma vaga para a série B do Campeonato Catarinense em seu primeiro ano de existência. O Litoral foi fundado no dia 10 de maio de 2015 e para disputar a série B precisava de uma casa, ou melhor dizendo,  um estádio e de uma torcida que empurrasse o time, bens esse que o Barroso possuí, mas não estava utilizando, como explica o presidente do Sport Club Litoral, Adriano Cipriano.

– Essa parceria foi muito benéfica para os dois lados. Eles possuem tudo o que a gente precisava para disputar o campeonato e nos temos o investimento que eles buscavam. Firmamos a fusão por 10 anos, com possibilidade de renovação para mais 10 e assim por diante. Nosso objetivo é não desfazer jamais.

Adriano ficou tão motivado com a negociação e com o carinho dos barrosistas que até optou por disputar o campeonato utilizando o nome e as cores do Barroso. “Confesso que essa parte não foi fácil, pois eu desenhei o uniforme do Litoral, criei a logo e escolhi as cores do time, porém sei que somos um clube novo e seríamos apenas mais um na competição, agora com essa parceria não, todos falam da gente, inclusive pela primeira vez a Série B será televisionada, pela Record News. Eu entrei em contato com o diretor da emissora e ele me relatou que um dos motivos desse contrato com o campeonato foi a parceria feita entre Litoral e Barroso”.

Além de ter a oportunidade de voltar ao futebol profissional, a parceria entre os clubes proporcionou ao Barroso uma reforma em sua casa, o Estádio Camilo Mussi, reforma essa que está sendo feita pelo Clube Litoral. “Vamos deixar a nossa nova casa pronta para receber jogos da Série B do Campeonato Catarinense. Estamos trocando todo o gramado que terá padrão FIFA e que deve ficar pronto até a metade de maio. Além disso, estamos construindo vestiários e providenciando arquibancadas móveis”, explicou o Presidente do Litoral.

Adriano_Lilo_Delfim
Presidentes do Marcílio e Barroso entregam camisa retro ao presidente da Federação Catarinense (Foto: Gol de Placa Comunicação)

O novo Camilo Mussi deve ser inaugurado em junho, um mês antes do início da Série B. Além da reforma do estádio, o Litoral Sport Clube conseguiu também uma parceria com a Ronaldo Academy, academia de futebol do Ronaldo Fenômeno que conta com 18 franquias espalhadas pelo Brasil e essa será a primeira do Estado de Santa Catarina.

Alviverde x Rubro-anil

A volta do Barroso ao futebol profissional vai proporcionar também o retorno de um dos maiores clássicos do Estado, Barroso x Marcílio Dias. “A rivalidade dos clubes se faz presente desde 1919, na época a cidade era dividida entre o verde e branco do Barroso e o azul e vermelho do Marcílio. Os clubes utilizavam de tudo para chamar a atenção dos torcedores, desde anúncios em jornais ofertando cigarros com os escudos dos times, até refrigerantes com os rótulos do Marcílio e do Barroso. Essas práticas foram perceptíveis durante todo o período em que o clássico existiu”, explica o professor do curso de História da Univali, Francisco Alfredo Braun Neto.

A última partida entre as duas equipes foi um amistoso realizado em 2010, evento que fazia parte da semana de comemorações dos 150 anos de Itajaí. O clássico que reuniu ex-jogadores das duas equipes terminou em 5 a 3 para o Marcílio. Este jogo marcou também o reencontro de Murilo, ex-jogador do Rubro-anil, contra seu time de coração, o Alviverde, onde ele é Secretário de Futebol desde 1986.

Ao entrar em campo, Murilo deixou de fora seu amor pelo Barroso e voltou a ser o carrasco do Alviverde, balançando a rede três vezes. “Foi uma emoção muito grande rever os amigos e essa torcida, mesmo sendo barrosista assumido, tenho muita admiração pelo Marcílio e seus torcedores. Mas o melhor da noite para mim não foi fazer três gols, mas sim ver meu filho emocionado e falando para mim que aquele era um dos melhores momentos da vida dele”, relatou o ex-jogador.

A rivalidade entre Barroso e Marcílio deve voltar a movimentar e dividir Itajaí no assunto futebol. No entanto os torcedores do Marcílio estão confiantes que o rubro-anil manterá sua hegemonia contra o arquirrival. “Fico feliz com a volta do Barroso, pois um clássico municipal faz bem para as duas equipes, mas sei que o Marcílio é melhor e que não pode ter medo da disputa contra o Barroso, pois temos anos de história e eles estão voltando agora fruto de uma parceria com um time novo e sem tradição”, relata o marcilista Bruno Golembiewski.

enquete_bruno
Bruno esta confiante para a volta do clássico (Foto: Arquivo Pessoal)

 

 

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s